14 de June de 2024

Centenas de trabalhadores foram dispensados pelo Google.

Parece que a cada início de ano, logo após as celebrações das férias, as empresas de tecnologia iniciam seus processos de redução de pessoal, enquanto o frio do inverno se estabelece.

Na quarta-feira, o Google anunciou a demissão de várias centenas de funcionários de seus departamentos de engenharia central, Google Assistant, AR e DSPA. De acordo com estimativas, aproximadamente mil pessoas foram afetadas por essas demissões.

De acordo com a Reuters, James Park e Eric Friedman, os co-fundadores da Fitbit, também estão se afastando da empresa.

“Conforme mencionado anteriormente, estamos investindo de forma responsável nas principais prioridades e oportunidades da nossa empresa”, afirmou um representante do Google em um comunicado enviado ao Mashable. “Para nos posicionarmos melhor diante dessas oportunidades, durante a segunda metade de 2023, várias equipes realizaram mudanças para se tornarem mais eficientes e alinharem seus recursos às principais prioridades de produtos. Algumas equipes estão passando por essas mudanças organizacionais, que incluem a eliminação de alguns cargos em nível global. Continuamos a apoiar os funcionários afetados enquanto eles buscam novas oportunidades dentro do Google e em outros lugares.”

Já ocorreram demissões em larga escala no Google no mês de janeiro antes. Em janeiro de 2023, cerca de 12.000 funcionários foram dispensados. Naquela época, os funcionários nos EUA receberam um pacote de indenização que incluía 16 semanas de salário, além de duas semanas adicionais para cada ano trabalhado na empresa. Não se sabe ao certo o quão generoso é o pacote de indenização para os funcionários demitidos atualmente.

Google – Assistência técnica para computadores

Leia Mais:  Uma forma gratuita de declarar seus impostos (verdadeiramente sem custo).