22 de June de 2024

O YouTube lança 5 novas funcionalidades ao vivo, inspiradas no TikTok, Twitch e Instagram.

TikTok, Twitch e Instagram estão desafiando o YouTube no setor de transmissões ao vivo, mas o YouTube está determinado a se manter relevante, introduzindo novas funcionalidades inspiradas em seus concorrentes. Afinal, imitar é uma forma de elogio, não é mesmo?

Em um vídeo divulgado no canal oficial do Creator Insider do YouTube, foram apresentados cinco novos recursos destinados às transmissões ao vivo que serão implementados na plataforma. Alguns desses recursos podem lembrar os usuários de outras plataformas de streaming ao vivo.

Vão morar juntos.

Você já pensou em convidar um amigo YouTuber para participar do seu streaming ao vivo? O Go Live Together é uma nova funcionalidade do YouTube que possibilita aos criadores convidarem facilmente outro usuário para se juntar a eles em uma transmissão ao vivo móvel, apenas enviando um link.

YouTube Go Live Together
Imagem: TomasHa73/Burst

Se isso parece familiar, é possível que você já tenha visto algo assim antes. Tanto o TikTok quanto o Instagram disponibilizam ferramentas semelhantes para os criadores trazerem facilmente convidados para seus livestreams. Além disso, existem plataformas de terceiros que oferecem funcionalidades semelhantes ao YouTube, mas a empresa está incorporando esses recursos de convite diretamente em sua própria plataforma.

O apresentador do livestream terá a oportunidade de analisar e lucrar com a transmissão, da mesma forma que faria com qualquer outro vídeo carregado ou transmitido ao vivo.

O Go Live Together está passando por um teste em um programa piloto com criadores. Atualmente, somente os que fazem transmissões por dispositivos móveis têm a capacidade de convidar um convidado para participar na tela.

Transmissão ao vivo de apresentações de anéis.

Qual é a forma mais eficaz de informar aos seguidores que seu artista favorito está transmitindo ao vivo? Adicionar um destaque na imagem de perfil. Redes sociais como TikTok e Instagram já estão adotando essa prática.

Leia Mais:  A Apple Vision Pro será suportada por todas as principais plataformas de streaming, exceto a Netflix.
YouTube Live Rings
Imagem:
chsyys/FreeImages

Agora, o YouTube também se unirá a essa tendência. Em breve, a plataforma de vídeos identificará os usuários que estão fazendo transmissões ao vivo, colocando um anel vermelho ao redor do avatar do perfil. Ao tocar na foto de um usuário com o anel de transmissão ao vivo, os espectadores serão direcionados para assistir à transmissão ao vivo.

O YouTube pretende disponibilizar isso inicialmente nos celulares, porém em breve estará disponível em todos os dispositivos da plataforma.

Redirecionamentos ao vivo entre canais.

Uma das formas mais eficazes de divulgar o seu canal no Twitch é ao compartilhar sua audiência com outro streamer após encerrar sua transmissão ao vivo. Na plataforma, essa ação é conhecida como “raid”.

O YouTube está optando por um nome um pouco menos chamativo para sua versão do recurso, chamada “Redirecionamentos de Transmissão ao Vivo entre Canais”.

Em resumo, um criador com pelo menos 1.000 inscritos e sem diretrizes de comunidade ativas poderá direcionar seus seguidores para assistir a uma transmissão ao vivo ou a um vídeo de estreia de outro canal. Um vídeo de estreia é um conteúdo carregado no YouTube que inclui um chat ao vivo para sua primeira visualização pública programada, e fica disponível como qualquer outro vídeo na plataforma.

Os criadores de conteúdo do YouTube agora têm a capacidade de direcionar os espectadores para outras transmissões ao vivo ou vídeos em seu canal, e também podem encaminhá-los para canais de outros criadores.

Entretanto, o Cross Channel Live Redirects terá uma abordagem distinta em relação aos ataques no Twitch. Alguns streamers na plataforma realizaram o que ficou conhecido como “hate raids”, direcionando seus espectadores para assediar outros criadores. No YouTube, apenas permitirá que um criador redirecione para outros criadores que tenham aprovado seu canal ou já estejam inscritos nele.

Leia Mais:  Desbloqueie o acesso gratuito ao RedTube com uma dica simples e rápida.

Visualização em tela inteira.

O YouTube está desenvolvendo um novo design de tela para a visualização de transmissões ao vivo em dispositivos móveis.

O YouTube agora oferece aos espectadores a opção de assistir a um vídeo em tela dividida, com o vídeo e o chat ao vivo lado a lado, ao invés do modo de tela cheia tradicional.

YouTube Full Screen Mode
Imagem: xsix/FreePik

O recurso dará aos usuários a opção de escolher entre duas alternativas. No “modo de visualização ampliada”, o vídeo será exibido no lado esquerdo da tela e o chat ao vivo ficará à direita. Já no “modo de tela cheia”, o vídeo ocupará toda a tela do dispositivo móvel. Uma contagem de espectadores ao vivo aparecerá no canto inferior direito da tela, oferecendo aos telespectadores prévias de momentos importantes no jogo, como pesquisas do criador. Ao tocar na contagem de espectadores, o YouTube mudará para o “modo de tela limpa” com o vídeo e o chat ao vivo dividindo a tela.

YouTube Full Screen Mode
Imagem: stephmcblack/StockVault

Entre os cinco novos recursos, o modo de tela cheia é provavelmente a primeira novidade que os usuários do YouTube vão perceber. Segundo a empresa, o modo de tela cheia será disponibilizado na semana que vem.

Transmissão ao vivo de perguntas e respostas.

Se você deseja fazer perguntas aos seus streamers favoritos, pode ser mais simples conseguir respostas em breve.

O recurso de perguntas e respostas ao vivo está sendo introduzido nos vídeos ao vivo do YouTube, possibilitando que os espectadores enviem perguntas para o criador em tempo real. As perguntas serão destacadas no chat ao vivo para facilitar o acompanhamento tanto dos criadores quanto dos espectadores.

O YouTube oferece aos livestreamers a possibilidade de interagir com os espectadores por meio do chat ao vivo. É compreensível que eles considerem implementar recursos semelhantes para promover maior interação entre o streamer e o público.

Leia Mais:  Elon Musk revela que está considerando a possibilidade de criar sua própria plataforma de redes sociais semelhante ao Twitter.

– Twitch